Escolha uma Página

É inegável que administrar uma empresa, hoje, no Brasil é um grande desafio. De acordo com um levantamento feito pelo Banco Mundial, o nosso país ocupa a 116ª posição no que se refere à facilidade em fazer negócios, entre 189 nações pesquisadas. Em relação ao pagamento de impostos, ficamos na 178ª posição – apenas 11 acima da última colocada.

E o que todos esses dados significam? Que empreender no Brasil é uma tarefa quase impossível, uma vez que temos de arcar com altíssimas taxas e impostos, além de uma infinidade de burocracia. Tudo isso, somados às dificuldades econômicas e políticas pelas quais estamos passando, fazem com que muitos empresários se sintam desmotivados e preocupados.

Nesse momento, contratar uma consultoria tributária pode ser a solução ideal para conseguir dar a volta por cima. Com ela, você conseguirá melhorar os seus resultados, evitar o pagamento incorreto de impostos e ainda tornar a sua vida financeira mais efetiva. Porém, para que a solução não se torne um problema a mais é preciso seguir alguns cuidados. Confira!

1. Escolha uma consultoria que conheça o seu ramo de atuação

Para que a consultoria tributária seja realmente eficiente é muito importante que a empresa contratada tenha familiaridade com o seu ramo de atuação, com as regras e legislações específicas do setor e, claro, que tenha condições de lidar com o porte e as exigências do seu negócio.

Quanto mais a equipe da consultoria conhecer sobre o seu mercado, mais efetivo será o serviço prestado, permitindo uma orientação mais acertada em relação a oportunidades de investimentos, isenções fiscais e benefícios específicos da área, entre outros.

2. Saiba qual é a estrutura física da empresa de consultoria tributária

Será que a consultoria que você está contratando realmente está adequada ao porte da sua empresa e as exigências que você demanda? Para conseguir responder a essa questão, é fundamental conhecer a realidade da prestadora de serviços.

Lembre-se que uma consultoria pode exigir alguns conhecimentos de áreas variadas, e por isso é ideal que os times de funcionários da empresa em questão possuam essa variedade de profissionais, estando aptos a compreenderem questões de áreas distintas, como consultoria financeira, tributos, recuperações fiscais e outros.

Se for possível, tente visitar pessoalmente a empresa de consultoria tributária, conversando com a equipe que será responsável pelo seu atendimento e avaliando, nessa reunião, a experiência e a expertise dos profissionais.

3. Analise as experiências e os casos de sucesso

Hoje com a internet é possível obter muitas informações sobre as empresas antes de fechar negócio – e com uma consultoria tributária isso não é diferente. Por isso, busque saber mais sobre as experiências anteriores, os clientes que a empresa já atendeu (e o nível de satisfação dos mesmos), os cases de sucesso e os bons resultados obtidos.

Visite as redes sociais da empresa, analise os comentários feitos pelos usuários, as críticas e os elogios e preste atenção se, no caso de problema, a empresa é solícita e busca responder e resolver às questões.

Você também pode conversar com outros clientes que já usaram os serviços da consultoria, analisando como foi o atendimento, se o serviço realmente trouxe benefícios e vantagens e se eles estão satisfeitos com a empresa em questão.

4. Saiba qual é a metodologia usada pela consultoria tributária

Cada empresa de consultoria pode trabalhar de uma maneira diferente, e encontrar àquela que seja melhor para o seu negócio, depende de você entender exatamente como são essas metodologias.

Hoje é possível encontrar basicamente 3 tipos de consultoria:

  • empresarial: mais abrangente e completa;
  • recuperação de créditos tributários: focado na área contábil, auxilia a sua empresa a analisar todos os tributos já pagos e aqueles que podem ser reembolsados de acordo com a lei ou pagamentos feitos de maneiras erradas;
  • consultorias específicas: nesse ponto se enquadra a consultoria tributária, focada no entendimento do seu setor, da atuação da sua empresa e, claro, de todos os tributos que precisam (ou não) serem pagos pelo seu negócio.

Pode ser que determinadas consultorias ofereçam mais de um serviço – e cabe a você, como gestor, entender a necessidade do seu negócio e, assim, encontrar aquela empresa que lhe trará mais benefícios.

5. Pense na relação custo-benefício

É comum que alguns gestores apenas pensem nos custos finais da consultoria, escolhendo por aquela mais barata. Porém, na hora de fazer essa conta, é muito importante avaliar o quanto o serviço poderá agregar ao seu negócio, como ajudando a recuperar seu caixa, reduzindo suas despesas com impostos ou ainda tornando o seu negócio mais eficiente.

Por isso, coloque na ponta do lápis o quanto o investimento trará de retorno ao seu negócio, e em qual prazo. O ideal é que dentro de um determinado período de tempo, o valor pago seja recuperado com os próprios lucros que o investimento trará.

Assim, entenda exatamente o que está incluído na proposta de serviço da consultoria tributária, como os honorários a serem pagos, a previsão de carga horária de trabalho e os resultados esperados, além do cronograma de trabalho.

6. Não se esqueça de avaliar a parte ética da consultoria

A parte ética é extremamente importante no setor de consultoria jurídica, afinal, práticas inescrupulosas, como a sonegação de impostos, podem acarretar ainda mais problemas para o seu negócio, como multas, sanções e dificuldades financeiras importantes.

Por isso, analise como os funcionários da consultoria se portam, além dos comportamentos que possuem. Se é prática comum, por exemplo, falar mal de antigos clientes ou concorrentes, criticar empresas do setor ou ter uma postura em desacordo com o que rege à lei, cuidado. Talvez seja melhor evitar determinadas atitudes.

Como você pode notar, contar com uma consultoria tributária pode lhe ajudar a melhorar a vida financeira e fiscal do seu negócio, identificando quais impostos são realmente obrigatórios, além de analisar a possibilidade de recuperação, isenção e créditos fiscais essenciais.

Mas, para ter todos esses benefícios, uma análise criteriosa da empresa de consultoria é fundamental, garantindo que o valor investido realmente trará benefícios em curto e longo prazo.

Você gostou desse conteúdo? Curta a nossa página no Facebook e receba sempre dicas interessantes como essas!